Notebook HP Pavilion dv2120BR com Debian Lenny

De Eriberto Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Reciclagem72.png PÁGINA RECICLADA!
Esta página é uma reciclagem/atualização do artigo Notebook HP Pavilion dv2120BR com Debian Etch. O artigo original foi abandonado porque tornou-se inacabado e obsoleto, uma vez que o Debian Etch está para passar para a situação de oldstable.


Linux On Laptops


Twitter.png

by (C) João Eriberto Mota Filho <eriberto (a) eriberto pro br>

Artigo criado em: 21 de janeiro de 2009.

Última atualização: veja o rodapé desta página.

Tiny URL ou bit.ly: http://bit.ly/dv2120br_lenny



Dv2120br 1.jpg

About this site

This site was wrote in Brazilian Portuguese because refers to HP Pavilion dv2021BR, a Brazilian notebook manufactured by HP. However, the GNU/Linux dialect is universal!

A reciclagem

Bem, como mostra o banner no topo desta página, este é um artigo reciclado. Resolvi abandonar o anterior, baseado em Debian Etch, e escrever esta nova versão, uma vez que estamos próximos ao lançamento do Debian Lenny (este artigo foi concluído em fevereiro de 2009). A grande diferença é que no Etch tive que fazer um bando de gambiarras e nem sempre consegui obter uma boa solução para os meus problemas. No caso do Lenny, as coisas estão mais fáceis. Assim, transcrevi alguns trechos do antigo artigo para cá, fiz algumas correções no texto original e escrevi novas ideias. É interessante citar que o sucesso do artigo original foi imenso. Até o momento desta reciclagem, foi o artigo mais visitado no meu wiki.

A história do meu notebook

A seguir, a história que contei no artigo original.

Tive que trocar o meu Acer 3003Lmi, pois o mesmo começou a morrer. Primeiro foi a bateria (num dia durava 1 hora e no outro não existia mais). Depois, surgiu uma risca no vídeo.

Inicialmente, para que eu queria um notebook? Bem, sou professor universitário e ministro palestras sobre GNU/Linux pelo Brasil. Em algumas palestras, projeto filmes. Tem um exemplo aqui: http://sourceforge.net/project/showfiles.php?group_id=152579. Na prática, utilizo o notebook somente para isso.

Não gosto de investir em notebooks. Acho que é algo muito caro e frágil. Também decidi não comprar mais os "importados". Coloquei na cabeça que queria um HP ou um Dell. A escolha estava entre um HP Pavilion dv2120BR e um Dell Latitude D520, ambos Celerons, 512 MB RAM, na faixa de R$ 2600,00 (em maio de 2007). Foi quando encontrei o site http://olhardigital.uol.com.br/laboratorio_digital/video_wide.php?id_conteudo=3316 e, inicialmente, decidi pelo HP. Levei um Knoppix para a loja e fiz um teste geral via Linux. Som, rede etc. Hoje, estou satisfeito.

Dados gerais (retirados do site da HP Brasil)

  • Sistema Operacional: Windows XP Home Autêntico.
  • Processador: Processador Intel® Celeron® M 430 de 1.73 GHz.
  • Memória: 512MB DDR2 667MHz (2 x 256MB).
  • Unidade de Disco Rígido (HD): Disco Rígido 60GB 5400 rpm.
  • Unidade Óptica: DVD/CDRW combo.
  • Redes sem fio: Wireless LAN 802.11b/g.
  • Gráfico: Intel Graphics Media Accelerator 950, até 128MB de memória compartilhada.
  • Tela: 14.1” WXGA com Tecnologia BrightView(1280X768).
  • Cache: 1MB de cache L2.
  • Comunicação: 10/100BASE-T Ethernet LAN integrada (RJ-45).
  • Áudio: 16-bit Sound Blaster Pro-compatible audio; Altec Lansing® speakers internos; AC audio link; botões de controle de volume e mute.
  • Chipset: Intel® i945GM.
  • Modem: Modem de 56K de alta velocidade.
  • Bus do Sistema: 533 MHz Front Side Bus.
  • Bateria: Bateria de 6 células de lítio-íon.
  • Teclado: Teclado Windows Português.
  • Adaptador A/C: 65W AC adapter.
  • Dimensões: 2,6 x 33,4 x23,7 cm(alt x larg x prof).
  • Peso: 2,5kg.
  • Garantia: Limitada de 1 ano.
Exclamacao36.png O referido notebook, hoje em dia, não está mais em linha e não existe no site da HP. Ainda, no meu caso, em novembro de 2007, aumentei a memória RAM para 1 GB.


Dados levantados durante a instalação e a operação

Esses são os dados que levantei em maio de 2007, quando escrevi o artigo original.

  • Unidade de Disco Rígido (HD):
    • Marca Western Digital :(
    • SATA :)
  • Rede:
    • Intel Corporation Intel(R) PRO/100 VE.
    • Broadcom Corporation Dell Wireless 1390 WLAN.
  • Gráfico: Intel 945GM (habilita 3D com os drivers i810 e intel do X.Org).
  • Tela: Na verdade, 1280x800 e não 1280x768 como diz o site da HP.
  • Teclado: ABNT2.
  • Cartões: Leitor de cartão SD/MMC/MS PRO/XD.
  • Entradas externas: 3 USB, 1 fireware, 1 S-Video e 1 docking station.
  • Extras: Controle remoto.
  • Bateria: Durou mais de 2.5 horas no KDE parado. Em operação intensa, incluindo a visualização de alguns vídeos no YouTube, durou 2 horas e 7 minutos. O carregamento, durante operação intensa, se deu em 50 minutos.
  • Valor: R$ 2599,00, em 10x sem juros no cartão, na CTIS, em Brasília (em 22 mai. 2007).


Impressões gerais

Este item sofreu algumas reformulações, em função do Lenny ter facilitado o reconhecimento e o uso do hardware. Ainda, expandi a memória para 1 GB.

Prós

  • Muito, mas muito bonito e pequeno. Usa o gabinete dv2000.
Exclamacao36.png É lógico que hoje em dia, quase 2 anos depois, a HP já lançou gabinetes mais bonitos e arrojados. No entanto, o dv2000 continua sendo bonito e moderno.
  • Relativamente leve.
  • Quase todo o hardware (som, vídeo, USB, rede etc.) é da Intel.
  • Extremamente rápido, apesar de ser um Celeron (tem 1MB de cache L2). No fim deste artigo, há alguns testes que mostram a velocidade geral do note.
  • Possui um botão para ligar/desligar o touchpad.
  • O driver intel do X.Org já faz o 3D funcionar. O composite funciona. O Beryl e o Compiz funcionam.
  • O ACPI do Debian funciona muito bem (até mostra a carga da bateria, dá alarmes e desliga o notebook).
  • A dupla ACPI / botão power está perfeita. Basta um toque no power e o Debian começa a realizar um perfeito shutdown.
  • Permite o uso de monitor externo / projetor, nas seguintes condições:
    • DualHead: o monitor será uma extensão do LCD, permitindo duas telas com conteúdos diferentes.
    • Clone: o conteúdo do LCD aparecerá também no monitor externo / projetor.
  • Baixo aquecimento.
  • Teclado ABNT2.
  • É HP fabricado no Brasil (série dv2000BR). Não tem como trazer em contrabando.
  • Garantia e assistência técnica nacional HP.

Contras

  • A saída VGA só funciona no modo gráfico.
  • O leitor de CD/DVD é mal localizado. Ao levantarmos o note, segurando-o pelas extremidades, terminamos forçando o CD/DVD.
  • Algumas teclas de função de notebook, como alternar display, não funcionam no Linux.
  • O site da HP é ruim e descreve mal o produto. Assim, na época da compra, foi difícil decidir. Tive que fazer testes com o Knoppix na loja.

Avaliação final

  • Excelente compra.
  • O melhor note que já tive.
  • Excelente custo-benefício.
  • Uso o note para dar aulas e palestras. Encaixa-se como uma luva.
Exclamacao36.png Apesar dos comentários da avaliação final terem sido escritos em maio de 2007, hoje em dia fevereiro de 2009, mantenho o mesmo posicionamento daquela época.


Mais dados...

Todos os dados aqui mostrados foram atualizados em fevereiro de 2009, já com Debian Lenny, kernel 2.6.26-1-686.

# lspci

00:00.0 Host bridge: Intel Corporation Mobile 945GM/PM/GMS, 943/940GML and 945GT Express Memory Controller Hub (rev 03)
00:02.0 VGA compatible controller: Intel Corporation Mobile 945GM/GMS, 943/940GML Express Integrated Graphics Controller (rev 03)
00:02.1 Display controller: Intel Corporation Mobile 945GM/GMS/GME, 943/940GML Express Integrated Graphics Controller (rev 03)
00:1b.0 Audio device: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) High Definition Audio Controller (rev 02)
00:1c.0 PCI bridge: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 1 (rev 02)
00:1c.2 PCI bridge: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 3 (rev 02)
00:1c.3 PCI bridge: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 4 (rev 02)
00:1d.0 USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #1 (rev 02)
00:1d.1 USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #2 (rev 02)
00:1d.2 USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #3 (rev 02)
00:1d.3 USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #4 (rev 02)
00:1d.7 USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB2 EHCI Controller (rev 02)
00:1e.0 PCI bridge: Intel Corporation 82801 Mobile PCI Bridge (rev e2)
00:1f.0 ISA bridge: Intel Corporation 82801GBM (ICH7-M) LPC Interface Bridge (rev 02)
00:1f.1 IDE interface: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) IDE Controller (rev 02)
00:1f.2 SATA controller: Intel Corporation 82801GBM/GHM (ICH7 Family) SATA AHCI Controller (rev 02)
00:1f.3 SMBus: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) SMBus Controller (rev 02)
05:00.0 Network controller: Broadcom Corporation BCM4311 802.11b/g WLAN (rev 01)
08:08.0 Ethernet controller: Intel Corporation PRO/100 VE Network Connection (rev 02)
08:09.0 FireWire (IEEE 1394): Ricoh Co Ltd R5C832 IEEE 1394 Controller
08:09.1 SD Host controller: Ricoh Co Ltd R5C822 SD/SDIO/MMC/MS/MSPro Host Adapter (rev 19)
08:09.2 System peripheral: Ricoh Co Ltd R5C843 MMC Host Controller (rev 0a)
08:09.3 System peripheral: Ricoh Co Ltd R5C592 Memory Stick Bus Host Adapter (rev 05)
08:09.4 System peripheral: Ricoh Co Ltd xD-Picture Card Controller (rev ff)

# hwinfo --short

cpu:
                       Intel(R) Celeron(R) M CPU        430  @ 1.73GHz, 1729 MHz
keyboard:
  /dev/input/event0    AT Translated Set 2 keyboard
mouse:
  /dev/input/mice      SynPS/2 Synaptics TouchPad
graphics card:
                       Intel Mobile 945GM/GMS/GME, 943/940GML Express Integrated Graphics Controller
                       Intel 945 GM
sound:
                       Intel 82801G (ICH7 Family) High Definition Audio Controller
storage:
                       Intel 82801GBM/GHM (ICH7 Family) SATA AHCI Controller
                       Intel 82801G (ICH7 Family) IDE Controller
                       IDE interface
network:
  eth0                 Intel PRO/100 VE Network Connection
  wlan0                Broadcom BCM94311MCG wlan mini-PCI
network interface:
  wlan0                WLAN network interface
  wmaster0             Network Interface
  eth0                 Ethernet network interface
  lo                   Loopback network interface
disk:
  /dev/disk/by-id/ata-WDC_WD600BEVS-60LAT0_WD-WXC806118742 WDC WD600BEVS-60
partition:
  /dev/disk/by-id/ata-WDC_WD600BEVS-60LAT0_WD-WXC806118742-part1 Partition
  /dev/disk/by-id/ata-WDC_WD600BEVS-60LAT0_WD-WXC806118742-part2 Partition
  /dev/disk/by-id/ata-WDC_WD600BEVS-60LAT0_WD-WXC806118742-part3 Partition
  /dev/disk/by-id/ata-WDC_WD600BEVS-60LAT0_WD-WXC806118742-part4 Partition
  /dev/disk/by-id/ata-WDC_WD600BEVS-60LAT0_WD-WXC806118742-part5 Partition
  /dev/disk/by-id/ata-WDC_WD600BEVS-60LAT0_WD-WXC806118742-part6 Partition
cdrom:
  /dev/disk/by-path/pci-0000:00:1f.1-ide-0:0 HL-DT-STCD-RW/DVD DRIVE GCC-4244N
usb controller:
                       Intel 82801G (ICH7 Family) USB2 EHCI Controller
                       Intel 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #4
                       Intel 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #3
                       Intel 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #2
                       Intel 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #1
bios:
                       BIOS
bridge:
                       Intel 82801GBM (ICH7-M) LPC Interface Bridge
                       Intel 82801 Mobile PCI Bridge
                       Intel 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 4
                       Intel 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 3
                       Intel 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 1
                       Intel Mobile 945GM/PM/GMS, 943/940GML and 945GT Express Memory Controller Hub
hub:
                       Linux 2.6.26-1-686 ehci_hcd EHCI Host Controller
                       Linux 2.6.26-1-686 uhci_hcd UHCI Host Controller
                       Linux 2.6.26-1-686 uhci_hcd UHCI Host Controller
                       Linux 2.6.26-1-686 uhci_hcd UHCI Host Controller
                       Linux 2.6.26-1-686 uhci_hcd UHCI Host Controller
memory:
                       Main Memory
firewire controller:
                       Ricoh R5C832 IEEE 1394 Controller
unknown:
                       FPU
                       DMA controller
                       PIC
                       Timer
                       Keyboard controller
                       PS/2 Controller
                       Ricoh xD-Picture Card Controller
                       Ricoh R5C592 Memory Stick Bus Host Adapter
                       Ricoh R5C843 MMC Host Controller
                       Ricoh R5C822 SD/SDIO/MMC/MS/MSPro Host Adapter
                       Intel 82801G (ICH7 Family) SMBus Controller
                       Unclassified device
                       Unclassified device
                       Unclassified device
                       Unclassified device
                       Unclassified device
                       Unclassified device
                       Unclassified device
                       Unclassified device
                       Unclassified device
                       Unclassified device

# lshw -short

H/W path               Device     Class       Description
=========================================================
                                  system      HP Pavilion dv2000 (EY054AV)
/0                                bus         30B2
/0/0                              memory      100KiB BIOS
/0/4                              processor   Intel(R) Celeron(R) M CPU        430  @ 1.73GHz
/0/4/5                            memory      16KiB L1 cache
/0/4/6                            memory      1MiB L2 cache
/0/b                              memory      1GiB System Memory
/0/b/0                            memory      512MiB SODIMM Synchronous 533 MHz (1.9 ns)
/0/b/1                            memory      512MiB SODIMM Synchronous 533 MHz (1.9 ns)
/0/100                            bridge      Mobile 945GM/PM/GMS, 943/940GML and 945GT Express Memory Controller Hub
/0/100/2                          display     Mobile 945GM/GMS, 943/940GML Express Integrated Graphics Controller
/0/100/2.1                        display     Mobile 945GM/GMS/GME, 943/940GML Express Integrated Graphics Controller
/0/100/1b                         multimedia  82801G (ICH7 Family) High Definition Audio Controller
/0/100/1c                         bridge      82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 1
/0/100/1c.2                       bridge      82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 3
/0/100/1c.3                       bridge      82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 4
/0/100/1c.3/0                     network     BCM4311 802.11b/g WLAN
/0/100/1d                         bus         82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #1
/0/100/1d/1            usb1       bus         UHCI Host Controller
/0/100/1d.1                       bus         82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #2
/0/100/1d.1/1          usb2       bus         UHCI Host Controller
/0/100/1d.2                       bus         82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #3
/0/100/1d.2/1          usb3       bus         UHCI Host Controller
/0/100/1d.3                       bus         82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #4
/0/100/1d.3/1          usb4       bus         UHCI Host Controller
/0/100/1d.7                       bus         82801G (ICH7 Family) USB2 EHCI Controller
/0/100/1d.7/1          usb5       bus         EHCI Host Controller
/0/100/1e                         bridge      82801 Mobile PCI Bridge
/0/100/1e/8            eth0       network     PRO/100 VE Network Connection
/0/100/1e/9                       bus         R5C832 IEEE 1394 Controller
/0/100/1e/9.1                     system      R5C822 SD/SDIO/MMC/MS/MSPro Host Adapter
/0/100/1e/9.2                     system      R5C592 Memory Stick Bus Host Adapter
/0/100/1e/9.3                     system      xD-Picture Card Controller
/0/100/1e/9.4                     generic     Illegal Vendor ID
/0/100/1f                         bridge      82801GBM (ICH7-M) LPC Interface Bridge
/0/100/1f.1                       storage     82801G (ICH7 Family) IDE Controller
/0/100/1f.1/0          ide0       bus         IDE Channel 0
/0/100/1f.1/0/0        /dev/hda   disk        HL-DT-STCD-RW/DVD DRIVE GCC-4244N
/0/100/1f.2            scsi0      storage     82801GBM/GHM (ICH7 Family) SATA AHCI Controller
/0/100/1f.2/0.0.0      /dev/sda   disk        60GB WDC WD600BEVS-60
/0/100/1f.2/0.0.0/1    /dev/sda1  volume      24GiB Windows NTFS volume
/0/100/1f.2/0.0.0/2    /dev/sda2  volume      101MiB EXT3 volume
/0/100/1f.2/0.0.0/3    /dev/sda3  volume      13GiB Linux filesystem partition
/0/100/1f.2/0.0.0/4    /dev/sda4  volume      17GiB Extended partition
/0/100/1f.2/0.0.0/4/5  /dev/sda5  volume      13GiB Linux filesystem partition
/0/100/1f.2/0.0.0/4/6  /dev/sda6  volume      4196MiB Linux filesystem partition
/0/100/1f.3                       bus         82801G (ICH7 Family) SMBus Controller
/1                     wlan0      network     Wireless interface


Configuração do Debian Lenny no notebook

Todos os procedimentos aqui realizados foram executados com o X.Org (7.3) e o KDE (3.5.10) instalados no note. O kernel utilizado foi o 2.6.26-1-686. O Debian instalado foi o Debian Lenny 5.0, release testing (quase stable), baixado em 21 de janeiro de 2009.

Instalação e preparação do module-assistant

Iremos precisar do module-assistant para criar alguns módulos do kernel, responsáveis por ativar o som. Assim, execute os seguintes comandos:

# apt-get install module-assistant
# m-a prepare


Som

Para habilitar o sistema de som, basta instalar e configurar o ALSA. Para realizar a instalação, emita o comando:

# m-a a-i alsa-source

A seguir, configure o ALSA com o seguinte comando:

# alsaconf
Exclamacao36.png Ao ser perguntado, escolha a placa hda-intel, na janela Soundcard Selection. No restante, basta utilizar as opções default.

Por último, se achar necessário, configure o volume do som com o comando a seguir:

# alsamixer
Exclamacao36.png Um fato MUITO curioso, que ocorre desde o Etch: algumas vezes, as caixas de som só funcionam se, antes, eu escutar algo pelo fone de ouvido. E tenho quase certeza que não é mal contato ou pane elétrica e sim bug.


Vídeo - configuração somente para o LCD do notebook

O arquivo de configuração do X.Org é o /etc/X11/xorg.conf. O conteúdo original de tal arquivo no Debian Lenny é o seguinte:

Section "InputDevice"
       Identifier      "Generic Keyboard"
       Driver          "kbd"
       Option          "XkbRules"      "xorg"
       Option          "XkbModel"      "abnt2"
       Option          "XkbLayout"     "br"
       Option          "XkbVariant"    "abnt2"
EndSection

Section "InputDevice"
       Identifier      "Configured Mouse"
       Driver          "mouse"
EndSection

Section "Device"
       Identifier      "Configured Video Device"
EndSection

Section "Monitor"
       Identifier      "Configured Monitor"
EndSection

Section "Screen"
       Identifier      "Default Screen"
       Monitor         "Configured Monitor"
EndSection

Como pode ser visto na listagem anterior, atualmente, o X.Org não utiliza muitos parâmetros no seu arquivo de configuração. Ao invés disto, tenta reconhecer, automaticamente, o hardware no qual está trabalhando. Geralmente, ele utilizará drivers genéricos, como o VESA para o vídeo.

Para que o vídeo do notebook funcione corretamente, com aceleração 3D, devemos utilizar o driver intel e a resolução de vídeo correta (1280x800). Assim, as seções Device, Monitor e Screen deverão ficar da seguinte forma (observar as alterações em negrito):

Section "InputDevice"
       Identifier      "Generic Keyboard"
       Driver          "kbd"
       Option          "XkbRules"      "xorg"
       Option          "XkbModel"      "abnt2"
       Option          "XkbLayout"     "br"
       Option          "XkbVariant"    "abnt2"
EndSection

Section "InputDevice"
       Identifier      "Configured Mouse"
       Driver          "mouse"
EndSection

Section "Device"
       Identifier      "Configured Video Device"
       Driver          "intel"
EndSection

Section "Monitor"
       Identifier      "Configured Monitor"
EndSection

Section "Screen"
       Identifier      "Default Screen"
       Monitor         "Configured Monitor"
       DefaultDepth       24
       SubSection         "Display"
               Depth      24
               Modes      "1280x800"
       EndSubSection
EndSection

Para testar o funcionamento da acelaração 3D, proceda assim:

  • Instale o pacote mesa-utils:
# apt-get install mesa-utils
  • Dentro do ambiente gráfico, como usuário comum (o usuário que inicializou o ambiente gráfico), execute o glxgears:
$ glxgears

Observe se as engrenagens estão rodando naturalmente, sem possíveis travadas. Com as setas do teclado, gire as engrenagens. Tudo deverá ser natural. Se isso ocorrer, você poderá, por exemplo, instalar e jogar algo como openarena, torcs ou flightgear. A figura a seguir mostra o OpenArena rodando no notebook:

Openarena.jpg


Vídeo - configuração para o LCD do notebook e monitor externo em modo clonagem

O driver intel do X.Org, por default, faz clonagem de vídeo. Isso quer dizer que, no ambiente gráfico, tudo que aparecer no LCD do notebook, também aparecerá no monitor/projetor externo (ligado na saída VGA existente na lateral esquerda). O problema maior ocorrerá caso a resolução do monitor externo seja diferente da resolução da tela do notebook, o que geralmente irá ocorrer. Se a resolução do monitor externo for menor, por exemplo, a imagem apresentada será maior do que o tamanho da tela. Assim, será interessante configurar resoluções compatíveis para o LCD do note e para o monitor externo (ou projetor multimídia) ao mesmo tempo. Isso poderá ser feito com o comando xrandr. A figura a seguir mostra um caso típico: o notebook está configurado para a resolução 1280x800 e há um monitor externo que só admite 1024x768. Note que, no monitor externo, parte da imagem (lateral direita e parte inferior) não aparecem.

Dv2120br clone 1280x800.jpg

O notebook HP dv2120BR possui 3 saídas de vídeo (tela de LCD, a saída VGA e uma saída S-VHS). As saídas VGA (para monitor ou projetor externo) e S-VHS (para TV) podem ser vistas na figura a seguir.

Hpvgasvhs.jpg

O driver Intel nomeia as saídas de vídeo da seguinte forma:

  • Tela de LCD: LVDS.
  • Saída VGA: VGA.
  • Saída S-VHS: TV.

Inicialmente, com o monitor ou projetor conectado na entrada VGA, para detectar as resoluções possíveis, emita o comando:

$ xrandr

No meu caso, com um monitor LCD LG Flatron L1550S (15 polegadas) conectado na saída VGA, o resultado foi o seguinte:

Screen 0: minimum 320 x 200, current 1024 x 768, maximum 1280 x 1280
VGA connected 1024x768+0+0 (normal left inverted right x axis y axis) 304mm x 228mm
   1024x768       60.0*+   74.9     75.1     70.1     60.0*
   832x624        74.6
   800x600        72.2     75.0     74.9     60.3     56.2
   640x480        75.0     72.8     72.8     75.0     74.8     66.7     60.0     59.9
   720x400        70.1
LVDS connected 1024x768+0+0 (normal left inverted right x axis y axis) 303mm x 190mm
   1280x800       60.0 +   60.0
   1280x768       60.0
   1024x768       60.0*
   800x600        60.3
   640x480        59.9
TV disconnected (normal left inverted right x axis y axis)

No caso, podemos notar que a tela do note (LVDS) pode ir até a resolução 1280x800 e a do monitor LCD externo (VGA) até 1024x768. Com isto, ocorreu um problema: a imagem no monitor externo ficou maior do que o tamanho da tela e, em consequência, não foi possível ver toda a área desktop. A solução é simples: como o VGA é um clone do LVDS e só pode ir até 1024x768, devemos alterar, temporariamente (apenas durante uma palestra, por exemplo) a resolução do LVDS para 1024x768. Isto pode ser feito com o comando a seguir (emitido como usuário comum mesmo):

$ xrandr --output LVDS --mode 1024x768

A resolução foi alterada. No entanto, a tela do note ficará "borrada", porque a imagem será "esticada" e colocada no LCD. Veja o resultado na figura a seguir (não é possível perceber o efeito de "borrado" apenas pela figura):

Dv2120br clone 1024x768 stretched.jpg

Será interessante resolver o problema da imagem "borrada" no notebook. Para isso, podemos determinar que a imagem não fique esticada e sim centralizada (na tela do note). O comando é o seguinte:

$ xrandr --output LVDS --set PANEL_FITTING center

Veja o resultado, observando que a imagem, no notebook, não ocupa a tela inteira (as laterais estão com barras pretas):

Dv2120br clone 1024x768.jpg

Finalmente, poderíamos ter emitido apenas um comando, combinando os dois anteriores. O resultado é o seguinte:

$ xrandr --output LVDS --mode 1024x768 --set PANEL_FITTING center
Exclamacao36.png Deixo aqui uma ideia: caso ache interessante, você poderá criar um script em shell para alterar resoluções.


Vídeo - configuração para o LCD do notebook e monitor externo em modo dual head

No modo dual head, um monitor é a continuação do outro. Assim, é possível, por exemplo, abrir um navegador em uma tela e um editor de textos em outra. Ou um navegador ocupando duas telas ao mesmo tempo.

O site http://intellinuxgraphics.org/dualhead.html, que é desenvolvido pela Intel, mostra como fazer o dual head via comando xrandr e via configuração do arquivo /etc/X11/xorg.conf. Eu prefiro utilizar o xrandr. Assim, no meu caso, para habilitar a tela do note e o monitor de 1024x768, o comando utilizado foi:

$ xrandr --output VGA --auto --right-of LVDS
Exclamacao36.png No comando anterior, considerei que o monitor LCD (saída VGA) estava na direita do notebook. Caso estivesse no lado esquerdo, poderia ser utilizada a opção --left-of.

Após a emissão do comando anterior, recebi a seguinte mensagem de erro na tela:

xrandr: screen cannot be larger than 1280x1280 (desired size 2304x800)

O mensagem em questão diz que a tela precisa chegar a 2304x800 mas, no momento, não pode passar de 1280x1280. Para resolver este problema, basta acrescer uma linha Virtual, que define uma tela virtual, no arquivo de configuração do X.Org (/etc/X11/xorg.conf). Tal linha deverá entrar na seção Screen. Veja a alteração (inclusão) na configuração feita em um dos itens anteriores:

Section "Screen"
       Identifier      "Default Screen"
       Monitor         "Configured Monitor"
       DefaultDepth       24
       SubSection         "Display"
               Depth      24
               Modes      "1280x800"
               Virtual    2304 800
       EndSubSection
EndSection

Após a alteração, é necessário reiniciar o X.Org.

Exclamacao36.png CUIDADO! Ao definir a opção Virtual, a aceleração de vídeo 3D decai muito no que tange à performance. Isso ocorre porque a placa Intel 945GM só suporta aceleração para vídeos de até 2048x2048 pixels.

Após o reinício do X.Org, ao emitir o comando $ xrandr --output VGA --auto --right-of LVDS, temos o resultado mostrado na figura a seguir:

Dv2120br dualhead.jpg
Exclamacao36.png Originalmente, a barra de tarefas do KDE apareceu no monitor externo. No entanto, eu a arrastei para o monitor da esquerda.

A próxima figura mostra um exemplo de utilização do dual head. O Gimp foi utilizado para editar uma imagem. Com isso, as ferramentas de edição estão em um monitor e a imagem em outro.

Dv2120br dualhead gimp.jpg

Mais um exemplo de uso do dual head: um navegador em uma tela e a edição de um texto em outra.

Dv2120br dualhead broffice.jpg


Outras possibilidades do comando xrandr

O comando xrandr é muito eficiente e prático, pois evita a necessidade de milhões de alterações dentro do arquivo /etc/X11/xorg.conf. Assim, veremos, a seguir, alguns procedimentos úteis, todos relativos à saída VGA (existem comandos iguais ou similares para as outras saídas):

  • Mostrar as resoluções possíveis para os dispositivos conectados:
$ xrandr
  • Desligar a saída VGA:
$ xrandr --output VGA --off
  • Religar a saída VGA:
$ xrandr --output VGA --auto
  • Clonar o vídeo (este já é o modo default do dv2120BR):
$ xrandr --output VGA --same-as LVDS


Especificação das frequências do dispositivo VGA

Muitas vezes já me deparei com a necessidade de reduzir as frequências horizontal e vertical relativas ao dispositivo conectado na saída VGA, para que o mesmo conseguisse exibir imagens. Isso geralmente ocorre quando utilizamos projetores muito antigos.

Atualmente, o X.Org tem um sistema de detecção de frequências muito bom e, geralmente, é dispensável especificar tais frequências. No entanto, caso seja necessário, via xrandr, podemos determinar a taxa de atualização do vídeo. Um exemplo para 75 Hz (taxa vertical):

$ xrandr --output VGA --mode 1024x768 --rate 75
Exclamacao36.png CUIDADO! Taxas erradas poderão queimar aparelhos antigos, que não possuem proteção contra frequências excessivas.


Wireless - pré-requisito

No dv2120BR, a rede wireless é provida pelo controlador BCM 4311. Um pré-requisito para para o BCM 4311 funcionar é a instalação do pacote b43-fwcutter, disponível na seção contrib do repositório do Debian. Assim, edite o arquivo /etc/apt/sources.list e adicione a seção contrib, como mostrado a seguir:

deb http://debian:3142/ftp.us.debian.org/debian/ lenny main contrib
deb-src http://debian:3142/ftp.us.debian.org/debian/ lenny main

deb http://debian:3142/security.debian.org/ lenny/updates main contrib
deb-src http://debian:3142/security.debian.org/ lenny/updates main

Após modificar o arquivo /etc/apt/sources.list, baixe a nova relação de arquivos com o comando a seguir:

# apt-get update

A seguir, instale o b43-fwcutter:

# apt-get install b43-fwcutter
Exclamacao36.png Durante a instalação surgirão algumas perguntas. Responda sim a todas.


Wireless - módulo b43

Uma opção para ativar o wireless do note é usar o módulo do kernel denominado b43. Este módulo já deve estar ativo por default. Para confirmar, emita o comando:

# lsmod | grep b43

Para testar, emita os comandos:

# ifconfig wlan0 up
# iwlist wlan0 s

Com os comandos anteriores, as redes wireless disponíveis deverão ser mostradas.

Exemplos de configuração de redes wireless

Scan na rede

Para realizar um scan na rede, primeiramente, é necessário levantar a interface wireless. Provavelmente, o led da mesma deva estar vermelho. Para levantar a interface, utilize o comando a seguir:

# ifconfig wlan0 up

Com o comando anterior, o led da interface wireless deverá ficar azul. Finalmente o scan:

# iwlist wlan0 s

Com o comando anterior, os roteadores wireless existentes dentro do alcance útil serão mostrados.

Verificação da situação da placa de rede wireless

Para saber a situação do adaptador wireless, basta emitir o comando:

# iwconfig


Conexão a um roteador sem segurança habilitada

A conexão a um roteador aberto que esteja próximo do notebook poderá ser feita da seguinte forma:

# iwconfig wlan0 essid any
# dhclient wlan0


Conexão a um roteador com segurança WEP

A conexão a um roteador com segurança WEP habilitada pode ser feita por linha de comando ou por arquivo de configuração. A seguir, um exemplo de configuração por linha de comando:

# iwconfig wlan0 essid teste key 37dd5a0741
# dhclient wlan0
Exclamacao36.png No exemplo anterior, a rede tinha "teste" como nome (SSID) e "37dd5a0741" como senha em hexadecimal.

Se preferir que o seu wireless funcione via arquivo de configuração, utilize o seguinte modelo para configurar o /etc/network/interfaces:

auto wlan0
iface wlan0 inet dhcp
    wireless-essid teste
    wireless-key 37dd5a0741


Conexão a um roteador com segurança WPA / WPA2

Uma das melhores formas de conectar wireless com WPA/WPA2 é usando o programa WPA Supplicant (opinião pessoal). Para tanto, instale-o com o seguinte comando:

# apt-get install wpasupplicant

Considerando uma rede com segurança WPA2, nome (SSID) "teste" e senha (frase-senha) "a vida eh bela", crie o arquivo /etc/wpa_supplicant/teste.conf, com o seguinte conteúdo:

ctrl_interface=/var/run/wpa_supplicant

network={
        ssid="teste"
        key_mgmt=WPA-PSK
        proto=WPA2
        pairwise=TKIP
        psk="a vida eh bela"
}

Para usar WPA ao invés de WPA2, altere a linha proto para:

proto=WPA

Para estabelecer a conexão, utilize os comandos:

# ifconfig wlan0 up
# wpa_supplicant -i wlan0 -c /etc/wpa_supplicant/teste.conf -BD wext
# dhclient wlan0
Exclamacao36.png Você poderá criar um script para facilitar a conexão com a rede.

Caso não deseje colocar a senha em claro dentro do arquivo de configuração, utilize o comando a seguir para cifrá-la:

# wpa_passphrase teste "a vida eh bela"

A seguir, altere a linha psk do arquivo de configuração, inserindo a senha já mascarada.

Cartões de memória

Os cartões SD funcionaram normalmente. Quanto aos cartões XD, o Linux ainda não possui um suporte eficaz para que os mesmos funcionem corretamente. Não testei outros modelos de cartão.

Elementos não testados ou configurados

  • Modem.
  • Firewire.
  • Cartões MS/Pro e MMC.
  • Controle remoto.
  • Teclas multimídia.
  • Porta de expansão.


A vida da bateria

Ao longo do tempo, a vida útil de uma bateria de notebook vai decaindo. Assim, postarei aqui uma tabela comparativa do desempenho da bateria na data da compra do note (maio de 2007) e na data atual (fevereiro de 2009).


Tempo de duração da bateria
× mai. 2007 fev. 2009
Tempo de carregamento com uso semi-intenso 50 min. 90 min.
Tempo de autonomia com uso semi-intenso 127 min. 80 min.


Resta dizer que uso o note da seguinte forma: nunca retiro a bateria e, sempre que possível, deixo ele ligado na energia elétrica. O meu note só não fica ligado na energia quando estou em aviões ou lugares sem recursos. Uso o note para dar aulas e palestras. Assim, nestes 22 meses, estimo que ele tenha trabalhado cerca de 500 horas. Se considerarmos um uso médio de 3 horas por dia, temos um total de 167 dias de uso, aproximadamente. Isso tudo também me prova o quanto a HP é uma boa marca. Lá em baixo, nos links externos, coloquei algumas referências para sites que falam sobre o uso correto de baterias em notebooks.

Importante: você sabe conectar/desconectar um projetor ou monitor externo?

Aqui uma dica simples: sempre que for conectar ou desconectar algo na porta VGA do notebook, desligue um dos seguintes elementos:

  • a saída VGA, com o auxílio do comando xrandr ou;
  • o notebook ou;
  • o projetor/monitor que será conectado/desconectado da porta externa VGA.

Esse é um procedimento básico para evitar a queima da porta VGA ou do dispositivo externo que será ligado no note. Acredite: conectar ou desconectar um projetor em um notebook com ambos ligados pode causar danos irreparáveis!

Importante: você sabe abrir um notebook sem danificar a tela?

Um erro comum que percebemos em usuários é quando os mesmos abrem os seus notebooks de qualquer jeito. Mostrarei algumas fotos e comentarei cada uma. Estas fotos têm um intuito educativo, pois já quebrei uma tela de notebook por abrir e fechar de forma errada.

Na primeira foto (abaixo), o usuário abre o notebook segurando a tela pelo seu centro.


Abrir note errado1.jpg


Isso cria um efeito alavanca que faz com que a tela tenha a tendência a dobrar-se ao meio, pois há uma força numa das extremidades do LCD, criada pela mão do usuário, e outra força na extremidade oposta, criada pela dobradiça do note. A seguir, uma nova foto mostrando outra forma errada de abrir o note:


Abrir note errado2.jpg


Desta vez, a situação ficou pior ainda: o usuário tenta abrir o note segurando a tela por uma das extremidades laterais. Isso poderá causar um grave dano de imediato, como a quebra da junção da lateral direita do LCD. Neste caso, o efeito alavanca é muito pior.

A forma correta de abrir um notebook é apoiando o LCD pelas duas laterais, no seu ponto médio ou entre o seu ponto médio e as dobradiças, como mostrado na figura a seguir:


Abrir note certo1.jpg


A mesma figura, vista de outro ângulo:


Abrir note certo2.jpg


As duas mão deverão apoiar a tela por ambos os lados até o ponto de abertura final desejado, como mostrao na figura a seguir:


Abrir note certo3.jpg


Assim como devemos proceder da forma certa para abrir um note, também devemos ter cuidado ao fechar o mesmo. Vale a mesma regra: apoiar o LCD pelas duas laterais. Se a tela for muito grande (15 ou mais polegadas), tentar apoiar pela parte média do LCD. Veja a figura a seguir:


Fechar note certo.jpg


Seguindo estas dicas, você nunca terá problemas com a tela do seu note.


Tempos de inicialização de softwares

No artigo que deu origem a este, mostrei estimativas de tempo para a execução de programas, que colhi em maio de 2007. O tempo passou, vieram novas versões de programas e eu acresci memória na máquina. A seguir, uma nova estimativa:



KDE
BrOffice.Org

(Writer)

Firefox

(Iceweasel)

Mai. 07

(512 MB RAM)
Debian Etch

15 seg.

(versão 3.5.5)

8 seg.

(versão 2.0.4)

5 seg.

(versão 2.0.0.3)

Fev. 09

(1 GB RAM)
Debian Lenny

24 seg.
(versão 3.5.10)
13 seg.

(versão 2.4.1)

7 seg.

(versão 3.0.5)


É possível notar que, apesar da grande evolução dos programas, o desempenho continua bem satisfatório.

Veja também


Links externos


Comentários, sugestões e controle de acessos

Por favor, deixe os seus comentários e sugestões sobre este artigo no meu Blog Técnico. Para isto, clique aqui.



Locations of visitors to this page


Consulte também o contador abaixo, iniciado em 21 jan. 09, além do gráfico acima.