- Eriberto Blog - http://eriberto.pro.br/blog -

HP Mini 110-3150br (XR155LA) com Debian Squeeze amd64

Tweet [1]


Linux On Laptops

[2]Há muito não publico nada nos meus blogs. Estou por conta da 3ª edição do meu livro Descobrindo o Linux (detalhes aqui [3]). Mas esta semana recebi o meu netbook HP Mini 110-3150br, comprado via Internet. O seu site oficial na HP pode ser acessado por aqui [4].

A sua descrição básica é a seguinte: processador Intel Atom N455 de 1.66 GHz com 512 KB de cache L2. Memória RAM Samsung DDR2 de 2GB por 667 MHz. HD Seagate de 320 GB por 5.400 RPM. Webcam de 1.3 megapixels. Tela LED 10″. Modem 3G HP hs2320 de 480 Mb/s.  Ethernet Realtek 8169 10/100, WiFi Broadcom 4313 b/g/n e bluetooth Broadcom 2070. Leitor de cartões SD/MMC. Bateria de 6 células. Windows 7 Starter. Office 2010 Starter.

Clique em uma das opções a seguir para obter descrições de hardware:

Prós e contras

Na minha opinião, apesar de estar operando o aparelho há apenas uma semana, o netbook 3150br possui muitos mais prós do que contras.

Prós:

[14]

Parte inferior do netbook HP Mini 110-3150br sem a tampa (remoção por trava). Clique para ampliar.

Contras:

Problemas e soluções na instalação do Debian Squeeze

A maioria dos recursos, incluindo a webcam, funcionaram perfeitamente logo após a instalação. No entanto, alguns problemas surgiram e configurações especiais tiveram que ser feitas. Mas nada muito complicado.

Criação dos discos de recuperação

Utilizei um DVD externo para gerar os discos de recuperação do computador (basicamente o Windows 7). Isso é a primeira coisa a se fazer. Funcionou perfeitamente. No entanto, em um modelo anterior, o 3120br (tive a oportunidade de manusear rapidamente), somente a porta USB do lado esquerdo do netbook permitiu a correta geração dos DVDs. Fica a dica caso alguém precise. Talvez uma atualização de BIOS resolva o problema do 3120br.

Touchpad

O clique via toque na área de contato do touchpad não funcionou logo após a instalação. Isso é normal em notebooks. Assim, para fazer a configuração, inicialmente, saia totalmente do ambiente gráfico. Se estiver usando KDM, por exemplo, execute em um terminal shell (como root):

# /etc/init.d/kdm stop

A seguir, como root, crie um arquivo de configuração do X.Org com o comando:

# X -configure

O arquivo será criado em /root com o nome xorg.conf.new. Copie esse arquivo para /etc/X11, alterando o nome para xorg.conf. Utilize o comando:

# cp /root/xorg.conf.new /etc/X11/xorg.conf

A seguir, edite o arquivo /etc/X11/xorg.conf. Haverá um trecho assim:

Section "InputDevice"
        Identifier  "Mouse0"
        Driver      "mouse"
        Option      "Protocol" "auto"
        Option      "Device" "/dev/input/mice"
        Option      "ZAxisMapping" "4 5 6 7"
EndSection

Altere para:

Section "InputDevice"
        Identifier "Mouse0"
        Driver "synaptics"
        Option "EmulateTwoFingerMinZ" "0"
        Option "TapButton1" "1"
        Option "TapButton2" "3"
        Option "VertEdgeScroll" "on"
        Option "VertScrollDelta" "250"
EndSection

Com isso, o touchpad funcionará normalmente. A não ser que você utilize Gnome. Nesse caso, a configuração deverá ser feita dentro do próprio Gnome.

Wireless

O adaptador wireless é um Broadcom 4313. Então, para funcionar, necessita de firmware específico. Assim, adicione a seção nonfree nos seus repositórios no arquivo /etc/apt/sources.list. Exemplo:

deb http://ftp.us.debian.org/debian/ squeeze main non-free
deb http://security.debian.org/ squeeze/updates main non-free
deb http://ftp.us.debian.org/debian/ squeeze-updates main non-free

Atualize a lista de pacotes:

# apt-get update

Por fim, instale o firmware:

# apt-get install firmware-brcm80211

Com isso, o adaptador wireless funcionará normalmente. Particularmente, uso o NetworkManager no KDE para gerenciar as conexões wireless.

Não use, em hipótese alguma, a tecla de função referente à ativação/desativação do wireless. Ela não é compatível com o firmware e provocará um travamento do sistema.

Som

A parte de configuração do som foi um pouco estranha. Tudo parecia normal e não havia erros. Comandos como o play (# apt-get install sox) mostravam o andamento da execução de um MP3 mas o som não saía. Até o kmix funcionava corretamente. Removi o pulseaudio e instalei o alsa-base. Nada ainda. Então, resolvi instalar um kernel mais novo a partir do backports. Eis a surpresa: surgiu um controle de volume do alto-falante que estava no mínimo. Ou seja: há um controle da placa de som e um outro do alto-falante (estranho isso).  Assim, adicione o repositório backports no arquivo /etc/apt/sources.list, inserindo a seguinte linha no final do mesmo:

deb http://backports.debian.org/debian-backports squeeze-backports main

Atualize a lista de pacotes:

# apt-get update

Verifique o kernel mais atualizado com o comando # apt-cache search ^linux-image. No meu caso o melhor resultado foi linux-image-2.6.38-bpo.2-amd64. Assim sendo, instale o kernel que você encontrou. Exemplo:

# apt-get install -t squeeze-backports linux-image-2.6.38-bpo.2-amd64

A partir de agora haverá o controle de volume do alto-falante. Você pode utilizar o alsamix para regular o volume, caso esteja utilizando o ALSA, como eu. Se quiser utilizar o kmix, vá até o menu Configurações > Configurar canais e arraste todos os canais disponíveis para o quadro canais visíveis.

No fim, fiz um teste com o pulseaudio e também funcionou. Mas se desejar adotar o ALSA como eu, faça:

# apt-get purge pulseaudio
# apt-get --purge autoremove
# apt-get install alsa-base

Teclas PgUp e PgDw

As teclas Home, End, PgUp e PgDw não existem nos HP minis. Algumas aplicações aceitam os conjuntos “Shift Space” e “Fn Space” para PgUp e PgDw, respectivamente. Não encontrei solução simples para Home e End. Talvez um remapeamento de teclado seja uma solução para fazer algo do tipo “Alt seta esquerda” = Home. Mas vou pensar nisso depois. Uma medida paliativa é deslizar o dedo verticalmente no canto direito da área de toque do touchpad. Isso provocará um deslizamento rápido das páginas de vídeo.

Modem 3G

O modem 3G foi reconhecido sem problemas pelo Linux. Gosto de usar o wvdial, em linha de comando, apesar de poder fazer discagens pelo NetworkManager. Prefiro a TIM. Assim, comprei um chip pré-pago por R$ 10,00 no plano Infinity pré. Com isso, pagarei apenas R$ 0,50 por dia de uso da Internet. Ótimo para mim que uso a Internet, via 3G no netbook, esporadicamente (somente em aeroportos etc). Como uma recarga de R$ 17,00, devo conseguir passar uns 6 meses com Internet. Na maior parte do tempo usarei wireless ou cabo de rede. O cartão SIM é colocado dentro do compartimento da bateria. Veja a figura a seguir.

[15]

Cartão SIM inserido em local específico dentro do compartimento da bateria.

Para configurar o modem 3G com wvdial, execute os comandos:

# apt-get install wvdial
# wvdialconf

O último comando criará o arquivo de configuração /etc/wvdial.conf. Dentro desse arquivo você deverá inserir os dados da sua operadora (que poderão ser obtidos junto à mesma via telefone, site na Internet ou Google). No caso da TIM, insira como últimas linhas:

Phone = *99#
Username = ''
Password = ''

Note que nas duas últimas linhas foram utilizados caracteres “apóstrofo” seguidos, sem espaços entre os mesmos. A seguir, teste a sua conexão com o comando # wvdial. Deverá aparecer algo similar a isto:

--> Starting pppd at Mon Jun 13 10:14:33 2011
--> Pid of pppd: 1698
--> Using interface ppp0
--> pppd: [0b][7f]
--> pppd: [0b][7f]
--> pppd: [0b][7f]
--> pppd: [0b][7f]
--> pppd: [0b][7f]
--> pppd: [0b][7f]
--> local  IP address 186.252.55.114
--> pppd: [0b][7f]
--> remote IP address 10.64.64.64
--> pppd: [0b][7f]
--> primary   DNS address 189.40.224.5
--> pppd: [0b][7f]
--> secondary DNS address 189.40.226.80
--> pppd: [0b][7f]

Bluetooth

Por ser usuário de KDE, instalei o bluedevil para gerenciar o bluetooth e o pacote de firmwares para bluetooth. Se quiser fazer o mesmo, execute o comando:

# apt-get install bluedevil bluez-firmware

A seguir, no menu do KDE, procure em Internet por bluedevil. Execute-o. Surgirá um ícone relativo ao mesmo no systray. Agora, basta parear o netbook com outros aparelhos que possuam bluetooth.

Mas por que comprei esse HP?

Bem, esta é uma história longa e triste. Em fevereiro de 2010 caí na besteira de comprar um netbook Philco PHN-10108 que estava na promoção nas Lojas Americanas. Eu queria mesmo era um netbook Sony Vaio, que custava cerca de R$ 2.000,00. O Philco saiu por R$ 1.299,00. No entanto, logo nos primeiros dias já notei alguns problemas. Os principais: a bateria descarregava de 10 a 15% ao dia, mesmo com o netbook desligado e a memória apresentava constantes maus contatos, me obrigando a ir, constantemente, à assistência técnica para limpá-la e reencaixá-la. Foi feita a troca da placa-mãe e da bateria mas nada adiantou. Pude perceber que os aparelhos da atual Philco-Britânia não passam de montagens de peças e placas genéricas chinesas. Bem, entrei no Procon pedindo o dinheiro de volta. Nada. Estou até hoje na justiça. Acho que conseguirei algo em breve, pois o processo está no fim. Nisso, o aparelho ficou comigo mas fora de uso, pois não me atende. Assim, em agosto de 2010 comprei o tão sonhado Sony Vaio VPC120AB, a R$ 1899,00. Em fevereiro deste ano (2011) o teclado dele enlouqueceu. Foi para a assistência técnica. Mais de 2 meses depois ainda não havia solução. Pedi o dinheiro de volta via Procon. Desta vez foi rápido. A Sony não faz objeções. Comecei uma pesquisa de mercado, via Busca Pé [16] e outros, para a compra de um novo aparelho. Poderia ser Sony mesmo. Qual foi a minha surpresa quando notei que os netbooks Sony Vaio estavam sumindo do mercado? Impressionante isso. Estava tudo explicado. Parece que algo não estava dando certo.

Nas minhas pesquisas procurei pelas melhores marcas: Sony, HP, Lenovo (IBM), Dell e Toshiba. NADA de segunda linha, tipo Asus e Acer (desculpe mas, mesmo funcionando bem, isso é o resto nos USA). LG e Samsung, até onde sei, também não são boas marcas para esse tipo de aparelho. Conclusão: pouquíssimos modelos Sony, Lenovo e Dell (vejam que estou falando de netbook e não notebook). Nada de Toshiba. Alguns netbooks bem estranhos, feios. Uma vasta variedade de HP. Isso me atraiu. Já tive notebook HP e gostei. Comprei o 3150br por causa do HD de 320 GB, da bateria de 6 células e do modem 3G. Até agora não me arrependo. E ele não esquenta quase nada. Os notebooks HP esquentavam muito. Comprei com garantia estendida, num total de 3 anos. Ainda aproveitei uma promoção das Casas Bahia via Internet. Saiu tudo (com entrega) por cerca de R$ 1.150,00.

Bem, boa sorte para mim agora!

Detalhes gerais sobre notebooks e netbooks

Ligo ou não na energia elétrica com bateria?

O bom netbook (notebook), quando ligado na tomada, não usa a bateria. Se a bateria não estiver com carga plena, será carregada e, a seguir, a energia para ela enviada será cortada. Neste momento, por exemplo, estou com o netbook ligado na tomada há mais de 3 horas. Quando liguei, a bateria estava totalmente carregada. Colocando a mão na bateria, a mesma está gelada. Isso é sinal de que a mesma não está sendo utilizada (que é o correto em um projeto eletro-eletrônico de notebook/netbook). Assim sendo, nestas condições, usar a energia elétrica (tomada) é sinônimo de evitar desgaste prematuro da bateria, pois a mesma suporta um número limitado de recargas. Ou seja: o HP Mini, mesmo com a bateria conectada, deve, sempre que possível, ser utilizado na energia elétrica. E bateria de Litium não vicia! (mas desgasta se for muito utilizada)

A forma correta de abrir a tela do netbook (ou notebook)

Você sabia que existe uma forma correta de abrir a tela do note? Sabia que se não o fizer corretamente, poderá, com o tempo, rachar a tela ou arrebentar as dobradiças? Então veja como proceder, lendo o final deste artigo: http://bit.ly/dv2120br_lenny [17].

Conclusão

Bem, apesar de só ter passado uma semana, estou satisfeito com a compra. Uma máquina bonita, rápida e leve. Preço acessível. Creio que este será o meu netbook por um longo tempo.

Caso surjam novidades, farei adendos a este post. Enjoy!